Trabalhadores da construção no local de

Preparado para proteger o

 TRABALHO e o CAPITAL?​​ 

O investimento em Saúde e Segurança do Trabalho impacta na qualidade de vida dos empregados e diretamente nos resultados da empresa.

Assista! Menos de 2 minutos.

imac.png
pexels-photo-2138126.jpeg
J1.png
J3.png
J2.png
Projeto de construção

Percebe o quanto a falta da Saúde e Segurança do Trabalho pode ser extremamente nocivo para uma empresa?

Percebe que a imagem arranhada de uma empresa, por acidente do trabalho, leva a uma consequente perda de contratos?

Percebe que o acidente do trabalho provoca uma redução da produtividade por comoção?

Percebe que as indenizações por acidente do trabalho, aos empregados, podem levar uma empresa à falência?

Acredito que isso são situações que não deveriam acontecer com uma empresa, não é mesmo?

Percebe quão é relevante um profissional de Segurança do Trabalho para uma empresa?

Minimizar os riscos, esta é a relevância de um Profissional de Segurança do Trabalho para uma empresa.

fila.jpg

Custos do Acidente do Trabalho no Brasil

prev.png

Segundo a Previdência Social, o Brasil registra uma média mais de 700 mil acidentes de trabalho a cada ano, e deixando o nosso País em quarto lugar no mundo. Esta informação é preocupante para os trabalhadores e para as empresas, porque um acidente de trabalho tem três tipos de custos, os Diretos, os Indiretos e os Judiciais.

Custo direto

São as despesas que estão diretamente ligadas ao trabalhador acidentado, tais como:

  • Gastos com tratamento médico, odontológico, internações hospitalares e farmacêuticos;

  • Em caso de redução da capacidade laboral, o trabalhador receberá um auxílio acidente;

  • Despesas com reabilitação médica e ocupacional;

  • Gastos com o transporte durante o tratamento;

  • Seguro de acidente.

Outro custo direto é o Fator Acidentário de Prevenção - FAP, que é um multiplicador que varia de 0,5 a 2, a ser aplicado sobre as alíquotas de 1%, 2% ou 3% da folha de salários das empresas:

  • 1% para risco de acidente considerado leve;

  • 2% para risco de acidente considerado médio;

  • 3% para risco de acidente considerado grave.

Custo Indireto

Não está ligado diretamente com a perda monetária, mas com o ambiente e com as consequências causadas pelo acidente. Podemos considerar como custo indireto:

  • O salário pago ao trabalhador no dia do acidente e nos primeiros quinze dias de afastamento;

  • Multa contratual pelo não cumprimento de prazos;

  • Perda do bônus para a renovação do seguro patrimonial;

  • Gastos com o equipamento, peça ou material danificada pelo acidente;

  • Danos causados ao produto;

  • Gastos com a contratação e o treinamento de um novo funcionário;

  • Pagamento de horas extras para repor o prejuízo causado a produção;

  • Gastos extras como energia elétrica e demais facilidades das instalações;

  • Pagamento das horas de trabalho gastas pelos supervisores, outros trabalhadores e/ou empresas.

Custo Judicial

São custos que nem sempre são necessários, mas devem ser levados em conta. Porque o trabalhador acidentado pode entrar na justiça, exigindo indenizações e gerando outros custos à empresa.

pexels-photo-2138126.jpeg

O que faz um Consultor em Segurança do Trabalho?

O consultor em segurança do trabalho é um profissional que orienta empresas na implementação e no cumprimento das normas de segurança expedidas pela Secretaria de Trabalho (STRAB) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho (SEPRT) do Ministério da Economia (ME), bem como na obtenção de resultados positivos em relação à minimização ou neutralização de riscos oriundos dos processos de trabalho.

O objetivo da consultoria é garantir que os trabalhadores tenham a proteção adequada em seu ambiente de trabalho, Proteção do Trabalho, e que a empresa tenha proteção e não sofra penalidades, Proteção do Capital.

Relevância da Consultoria em Segurança do Trabalho.

A relevância de contar com a orientação de um profissional de Consultoria em Segurança do Trabalho é de implementar práticas seguras e eficientes. É uma prestação de serviço personalizada que analisa os riscos particulares dos segmentos da indústria, comércio e serviços, garantido a imagem da empresa e sua produtividade, com a minimização dos riscos.

Engineers and Businesspeople

O que faz um Engenheiro de   Segurança do Trabalho? 

Logo Segurança do Trabalho.png

A principal função do engenheiro de segurança do trabalho é evitar que os trabalhadores se envolvam em acidentes durante a jornada de trabalho.

É o responsável por coordenar e efetuar análise dos projetos a serem implantados, recomendando alterações as áreas técnicas responsáveis, com a visão de eliminar ou minimizar riscos de acidentes e doenças ocupacionais, e assegurando que as empresas atendam aos requisitos de segurança do trabalho.

Organiza programas de prevenção, faz planejamentos para melhorar a estrutura do local de trabalho, emite laudos técnicos, traça planos contra riscos ambientais e faz inspeções regulares, orienta a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes-CIPA e instrui os trabalhadores a correta utilização dos Equipamentos de Proteção Individual-EPI.

Conhecendo a importância de um Consultor de Segurança do Trabalho, vamos somar para um crescimento com sucesso.

ze.png

É por isso que estou aqui!

Me chamo José Rogério Cardoso e minha trajetória e dedicação na área da segurança do trabalho foi impulsionada em 2005. É por isso que posso garantir o quanto a José Rogério Consultorias é altamente capacitada para as demandas que a empresa necessita acerca da Segurança do Trabalho.

A melhor solução para evitar problemas no ambiente de trabalho é contratar profissionais especializados. Sou o profissional que vai escutar, entender e atender as suas demandas, ajudando-o a manter um ambiente seguro e em conformidade com as normas regulamentadoras.

Por que escolher José Rogério Consultorias?

LOGO_final.png

Na hora de escolher a empresa para prestar uma consultoria em segurança do trabalho é preciso levar em conta que todo o serviço deve contar com a orientação profissional especializado para a implementação de práticas seguras e eficientes.

Por isso que investir em uma boa consultoria é uma garantia que os trabalhadores tenham a proteção adequada em seu ambiente de trabalho, Proteção do Trabalho, e que a empresa tenha proteção e não sofra penalidades, Proteção do Capital.

O que a José Rogério Consultorias pode fazer para a sua empresa?

  • Elaboração de Documentos (PPRA, LTCAT, AET, PCMSO e outros);

  • Treinamentos de Segurança do Trabalho;

  • Inspeção de Segurança do Trabalho;

  • Acompanhamento de Obras para orientação em Segurança do Trabalho;

  • Palestras de Segurança do Trabalho.

 
 
 
 
 
 
construção

Serviços

Conheça todos os serviços detalhados que ofereço para a empresa.

Treinamentos

Conheça todos os cursos e treinamentos para os empregados.

palestra
 
 
 
Trabalhadora da construção

Perguntas frequentes

Quanto é o serviço?


Preciso escutar e entender as demandas da empresa para após precificar os serviços.




Minha empresa é pequena, preciso mesmo assim?


Toda empresa precisa trabalhar em conformidade com as Normas Regulamentadoras que são as disposições complementares do capítulo V da Consolidação das Leis do Trabalho-CLT.

Nas pequenas empresas a consultoria é uma ótima maneira para que os gestores estejam a par das obrigações, direitos e deveres a serem cumpridos por empregadores e trabalhadores




Quais áreas a consultoria abrange?


A consultoria abrange todas as áreas relativas à saúde e segurança do trabalho. Dessa forma, o responsável pela empresa, depois de conhecer os possíveis riscos em todos os setores, assume o controle preventivo e corretivo para minimizar os acidentes no ambiente de trabalho.




As Normas Regulamentadoras são obrigatórias?


De acordo com a Secretaria de Trabalho (STRAB) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho (SEPRT) do Ministério da Economia (ME), “as Normas Regulamentadoras (NR), relativas à segurança e saúde do trabalho, são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)”.

Isto é, todas as empresas precisam se adaptar às normas regulamentadoras. E a melhor forma de fazê-lo é com o auxílio de um consultor em segurança do trabalho.